Como funciona o tratamento para estrias?

Livre-se da preocupação em esconder algumas partes do seu corpo, aprenda como funciona o tratamento para estrias e qual é o mais indicado em cada caso. Entenda:

Nas camadas da nossa pele moram as fibras elásticas, que são encarregadas pela elasticidade do tecido. Quando há o rompimento, a falta ou a desorganização dessas fibras, o organismo cicatriza esse local. Em outras palavras, esse processo ocorre quando a pele se estende muito, provocando as famosas estrias.

São muitas as causas que levam à essa condição: ganho de peso, efeito sanfona (emagrecer e engordar repetidas vezes), crescimento rápido, alteração hormonal, gestação, entre outras.

A boa notícia é que existem tratamentos que amenizam a aparência da cicatriz e, em alguns casos, possibilitam o desaparecimento das estrias.
Descobrindo a fase da estria

Antes de mais nada, é importante saber que as estrias passam por duas fases notáveis que são determinantes para escolha do tratamento para estrias correto. Elas passam por duas cores que definem a fase em que se encontram:

Estrias vermelhas: São as lesões recentes, por onde ainda passa a circulação sanguínea e são mais fáceis de serem tratadas.
Estrias brancas: São as estrias mais velhas, que de fato já viraram cicatrizes, mas ainda podem ser tratadas.

Uma avaliação é necessária para a escolha do melhor tratamento de cada caso e fase da estria. A seguir, você entenderá como funciona cada um dos tratamentos:
Tratamento para estrias vermelhas

Como você já sabe, essas estrias ainda apresentam vascularização local (fluxo sanguíneo), por isso cuidado! Esse período tem curta duração e precisa de uma intervenção rápida. Então, se você quer se livrar das estrias que ainda estão nessa fase, procure lugares especializados que possuem esse tipo de tratamento para estrias entre seus métodos.
Tratamento para estrias brancas

É importante saber que o tratamento para estrias eficaz incentiva a formação do colágeno, pois é dessa maneira que as fibras elásticas podem ser renovadas após o seu rompimento e o aparecimento de estrias.

Sendo assim, o procedimento do tratamento para estrias brancas consiste na estimulação da produção de colágeno por meio da introdução superficial de uma agulha que efetiva a indução de uma corrente.

No local da aplicação ocorre uma lesão causada pela agulha e pela corrente. Essa lesão forma uma inflamação local, que promove o aumento de fibras de colágeno e elastina. Esse aumento proporciona um fluxo sanguíneo do lugar, melhorando a aparência da estria e fazendo com que ela afine.

Quanto antes iniciar o tratamento correto para as suas estrias, melhores são as chances de bons resultados. Lembre-se que para a sua segurança, os tratamentos devem ser realizados por clínicas e profissionais especializados, experientes e que garantem resultados.

Leave a Comment

Your email address will not be published.